O coração morre lentamente

O coração morre lentamente perdendo as esperanças como folhas de outono. Até que, um dia, nada resta. Nenhuma esperança. Não resta nada.

Anúncios